É Copa em Caçador: torcedores caçadorenses têm boas expectativas com a Seleção Brasileira

Torcedores Caçadorenses comentaram ao jornal Extra o que esperam do time brasileiro e sobre a torcida que devem fazer na estreia

Já começou a 21ª edição da Copa do Mundo. O final da manhã desta quinta-feira (14) foi dia de muitos brasileiros acompanharem a abertura oficial do Mundial de Futebol 2018. Reunindo um misto de alegria e apreensão, o momento colocou um ponto final à espera de 1.432 dias desde o término do Mundial realizado há quatro anos no Brasil. A bola rolou ao meio-dia (horário de Brasília), entre a Rússia e Arábia Saudita, no Estádio Luzhniki, com a presença de cerca de 80 mil torcedores. E na estreia Rússia goleou Arábia Saudita com 5 a 0. Mas a grande expectativa do torcedor é a estreia do Brasil, que acontece no próximo domingo.
Torcedores Caçadorenses comentaram ao jornal Extra o que esperam do time brasileiro e sobre a torcida que devem fazer na partida de estreia.
“A seleção brasileira nos gerou essa boa expectativa. Não vejo a hora da estreia da seleção contra a Suíça. Já está combinado com a família e amigos, vamos assistir todos juntos, reunindo cerca de 20 pessoas”, comentou o torcedor Timbalada.


Timbalada, torcedor caçadorense comenta sobre a alta expectativa para a estreia


Ainda segundo Timbalada, o que alimenta a esperança do torcedor são os números gerados com o técnico Tite no comando da Seleção Brasileira. Foram 21 jogos com 17 vitórias, três empates e apenas uma derrota. “Não acredito em sustos contra a Suíça, meu palpite é 3-1. Pra mim, a Seleção Brasileira é a grande favorita neste mundial, mais não dá para descartar a força da Argentina, Espanha, França e Alemanha, mas acredito que o Hexa vem”, destaca Timba.
Já, um dos grandes apoiadores do esporte caçadorense, João Coelho, comenta sobre o perigo contra a Seleção Argentina, mas afirma confiante que o Brasil chega na final sem sustos. “O Brasil continua apresentado o mesmo futebol que apresentou nas eliminatórias e nos amistosos de preparação. O grupo e a comissão técnica estão muito confiantes, e isso faz a diferença. Mas tem seleções que também estão bem, como: a Bélgica, França, Alemanha e a Argentina, que sempre é uma Seleção muito perigosa.  Creio que o Brasil chega a final sem levar susto. Vamos Brasil”, destaca Coelho.


João Coelho - apoiador do esporte Caçadorense


Por outro lado, o caçadorense Paulo Morgenstern comenta que a Copa do Mundo já não tem a mesma alegria de antigamente. “Está tudo de certa forma apagado. Não tenho certeza se vou assistir, lembrando que torcer pelo Brasil e torcer por uma empresa, a CBF, não tem nada haver com patriotismo”, destaca.
A paraguaia Laury Romero Jara, atualmente é atleta de futebol em Caçador, comenta sobre a força do Brasil. “Para mim é algo legal e novo. Estou no Brasil há cinco meses e é a primeira vez que estou no Brasil durante um Mundial. Percebo que a torcida Caçadorense é bastante calorosa. Onde vou vejo bandeirinhas, balões e tudo decorado com as cores verde e amarelo”.
Já que o Paraguai não disputa o Mundial neste ano, Laury escolheu a Argentina para torcer pelo título. “Eu vou torcer para o Brasil, mas meu primeiro país é a Argentina, pois morei três anos lá e é meu país de coração”, declara Laury.
 
Seleção Brasileira

O Brasil se prepara para estrear no próximo domingo, 17, na Copa do Mundo 2018, contra a Suíça, em Rostov. O técnico da Seleção Brasileira Tite confirmou no treinamento desta quarta-feira (14) que o time que estreia será o mesmo que iniciou o amistoso contra a Áustria, no último dia 10. O Brasil irá a campo com Alisson, Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Philippe Coutinho, Willian e Neymar; Gabriel Jesus.
Com isso, o treinador confirma Thiago Silva no lugar de Marquinhos na defesa e Danilo como titular na lateral direita. Lembrando que o jogador do Manchester City só está na Copa porque Daniel Alves, o titular da posição, se lesionou e foi cortado. Fagner, do Corinthians, era reserva de Daniel Alves e, mesmo com o corte do colega de posição, não virou titular no time.
 
Sem Shakira, sem Copa: assunto repercutiu nas redes sociais
A música oficial da Copa do Mundo da Rússia, "Live It Up", é protagonizada pelo cantor norte-americano Nick Jam, com participação do ator e rapper Will Smith e da cantora albanesa Era Istrefi, além do DJ Diplo. Mas, cadê a Shakira? É o que se perguntam os internautas fãs da cantora, que fez sucesso com o hit "Waka waka (This time for Africa)", tema do mundial de 2010, na África do Sul.
Para alguns, se não há Shakira embalando a música oficial da Copa, não existe motivo para entrar no clima do mundial. “Shakira é o ícone da Copa do Mundo, e Copa do Mundo sem a abertura maravilhosa da Shakira, não é Copa do Mundo”, comentou o caçadorense Mateus Antonio Wojeicchowski.
 
 

Imprima sua tabela e acompanhe os jogos:


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caçadorenses marcaram presença em mais uma edição do Trancatarina
Caçadorense vence Porto com gol de pênalti marcado na prorrogação
Caçadorense empata fora de casa no Sub-20
Kindermann vence de 4 a 0 o Pinheirense e ganha vantagens no G4
Uma corrida em direção ao sucesso: Pedro Henrique fala sobre participação no Brasileiro de Kart representando Caçador
Kindermann enfrenta o Pinheirense no próximo sábado pelo Brasileirão
Há 20 anos, Brasil goleava o Chile
Atletas rioantenses conquistam vitórias em diversas modalidades
Corrida Rústica acontece neste domingo