Até que ponto o seu medo de falar afeta sua vida?

O especialista em oratória e linguagem corporal, Jairo Netto, comenta sobre o assunto

Algumas pesquisas apontam que um dos maiores medos do homem é o medo de falar em público. Para algumas pessoas, esse desconforto chega a prejudicar o desenvolvimento da carreira e o relacionamento social. Para outras, ao contrário, o medo se transforma em estímulo para enfrentar desafios, superar metas e conquistar vitórias. Para saber mais sobre o assunto, o especialista em oratória e linguagem corporal, Jairo Netto, fala das melhores formas de lidar com o medo de falar em público.
 
Por que as pessoas tem medo de falar em público?
R – Acredito que não há uma causa exata. Sabe-se que há inconscientemente o medo de se expor e passar vergonha, mas é provável que eventos traumáticos no passado quando criança ou mesmo já como adulto ocasionaram esse medo de falar em público. Muitas vezes o indivíduo que lida com esta fobia pode evitar falar em público por tanto tempo que o que era uma ansiedade normal, pode se transformar em um algo quase incontrolável. A maioria das pessoas que sofrem com o medo de falar em público normalmente estão com baixa auto-estima, esperam a perfeição em tudo que fazem, buscam a aprovação constante, ou esperam o fracasso. Cabe ressaltar que a fobia de falar em público é o terceiro maior medo entre os brasileiros, perdendo apenas para o medo de contrair doença e de contrair dívidas e o segundo maior no planeta, só perdendo para o medo de perder entes queridos.
 
Qual a melhor forma de lidar com o medo?
R – Enfrentando-o. Continuar fugindo definitivamente não resolverá o problema. Como eu disse anteriormente, cada caso é um caso. Em mais de 15 anos ministrando cursos de Oratória percebemos evolução na maioria dos alunos que já presenciaram nossos treinamentos. Nada melhor que um ambiente seguro e uma orientação profissional para lidar com isso. Claro que, existem aquelas pessoas que simplesmente não se permitem e aí fica mais complicado.
 
O medo de se expressar em público pode afetar a carreira profissional?
R- Pode não, ele afeta e muito. É um complicador na hora de conseguir uma oportunidade no mercado de trabalho e mais ainda na hora de buscar uma promoção. Dificilmente uma empresa promoverá a um cargo de liderança, por exemplo, alguém que terá dificuldades em se comunicar com a equipe. Está provado que a boa comunicação aumenta o valor de capital humano em mais de 50%.
 
Por onde começar para resolver esse problema e se livrar desse medo?
R – Permitindo-se. Compreendendo que a boa comunicação não é mais um diferencial e sim uma necessidade. Ressalvados os casos mais graves, gerados por fobias profundas ou traumas, todas as pessoas podem enfrentar o medo que as impede de mostrarem seu real potencial, praticando com professores de oratória, usando técnicas específicas para a obtenção de resultados mais satisfatórios.
 
 
 
Entre as opções para derrubar o medo de falar em público, pode ser o curso de oratória. O comunicador Jairo Netto, por meio da Otimiza Cursos está promovendo pela primeira vez em Caçador um curso de oratória. “Oratória é como aprender a dirigir, aprendemos algumas técnicas, memorizamos as placas de trânsito e vamos a prática. No caso da Oratória são formas de postura e gestos para interação com o público, técnicas para uso do microfone e posicionamento em frente a câmera, formas de diminuir e superar o medo e muita prática. Após algumas barbeiragens conseguimos grandes progressos, e com o tempo ficamos muito bons. Por isso, fica um convite muito especial para aqueles que pretendem realmente melhorar a sua comunicação: permitam-se. Esperamos vocês com um curso moderno, interativo, dinâmico e eficiente”.
 
Duração: 4 noites, das 19:15h às 22:15h.
Período: 17/10, 24/10, 31/10 e 07/11.
Carga horária: 16h/aula.
Local: Associação Comercial de Caçador (ACIC).
Instrutor: Jairo Netto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Moto Grupo Confraria do asfalto realiza ação de Dia das Crianças
Festival Gastronômico encerra com premiação dos vencedores
Equipes de Caçador estão classificadas para a fase Estadual da OLESC
Fiéis mantem tradição de Procissão de Nossa Senhora Aparecida
Semana do Contestado será de 19 a 27 de outubro em Caçador
Grupo Escoteiro de Macieira realiza primeiro acantonamento
Assistência Social inicia levantamento para Regularização Fundiária no Santa Terezinha
UNIARP realiza atendimentos e ações educativas no Outubro Rosa
Kindermann tem forte preparação para continuidade do Catarinense
Mais cinco smartphones serão sorteados no IPTU Premiado