Caçadorense comemora título no BMX e conta trajetória no esporte

Paulo Roberto Muniz, foi recentemente campeão do campeonato Sul Brasileiro de BMX

Dos 8 anos aos 16 anos, conseguiu alguns títulos de campeão paranaense e uma vez campeão brasileiro. Em 2015, quando voltou a praticar o BMX, já com 39 anos, ficou duas vezes vice-campeão catarinense (2016 e 2017), terceiro colocado no brasileiro de 2016 e campeão brasileiro 2017. Neste ano, lidera o campeonato catarinense, e no último final de semana venceu o campeonato Sul Brasileiro de BMX, na categoria Cruiser de 40 a 44 anos.
Essa é a breve trajetória de Paulo Roberto Muniz, 42 anos. Natural do Paraná, Paulo vive em Caçador há 25 anos, tanto tempo que já se considera Caçadorense. Ele é praticante do BMX, esporte também conhecido como Bicicross, praticado com bicicletas especiais, uma espécie de corrida em pistas de terra. 
Paulo corre com uma bicicleta aro 24 que se denomina Cruiser. Ele explica que o esporte é caracterizado pela terra batida e asfalto de concreto nas curvas. “O Bmx é um esporte olímpico desde 2008, composto por uma pista de 350 a 400 metros divididas em 4 retas e 3 curvas ou paredões, a pista e composta por vários obstáculos sendo, grandes saltos nas duas primeiras retas, e nas outras duas, obstáculos de técnicas misturadas com muita velocidade, ela é de terra batida nas retas e asfalto ou concreto nas curvas, um Gate de largada onde pode largar 8 competidores com suas bikes”, afirma Paulo.


No último final de semana aconteceu a 5ª etapa do Catarinense de BMX e junto a etapa única do Sul Brasileiro de BMX, em Jaraguá do Sul. Paulo correu no Sul Brasileiro e concorreu com mais seis pilotos inscritos na categoria. Nas três largadas que compõem a disputa, Paulo ficou em primeiro lugar nas três, se consagrando campeão Sul Brasileiro de BMX e campeão da 5ª etapa do Catarinense de BMX. “Foi muito disputada todas as categorias que vão desde pré-bike, são crianças que competem em Bikes sem pedais só empurrando, somente na última reta com apoio e auxílio dos pais, muito divertida e é o futuro do BMX, ate categorias com 70 anos ou mais”.
Paulo comenta que os títulos reforçam o interesse pelo esporte e que fica feliz em estar fazendo parte deste estilo de vida.“Fico feliz em ter esses resultados com a idade que estou, voltei a praticar o esporte, fazer academia no Carlesso Treinamento Funcional, o que me da treinos específicos para o Bmx e onde está fazendo a grande diferença pra mim, parei de fumar e beber qualquer coisa alcoólica devido a isso, e me sinto bem assim. Minha meta é principalmente minha realização pessoal no esporte a qual já alcancei pois estou muito feliz”.


Paulo revela ainda o desejo em ensinar alunos em uma escolinha de BMX, ele comenta que todo o tipo de esporte merece ser valorizado. “Gostaria de que Caçador desse mais valor a todos os atletas independentes de qual modalidade, esporte é vida é saúde, e tira jovens das ruas, temos pista aqui em Caçador, mas não tem escolinhas, se tivesse eu gostaria muito de ensinar gratuitamente. Gostaria muito também de participar de um campeonato Mundial, e já me classifiquei duas vezes pra ir, mais sem grana e patrocínios não pude ir. Outra meta é seguir firme no esporte até que eu aguente, não desisto mais por nada”.
Paulo fecha o calendário do BMX com a 6ª etapa do Catarinense de BMX, em Videira, dia 9 de dezembro, o evento que é gratuito. “Convido a todos para o próximo evento em Videira e gostaria de agradecer ao Ivonei Robert, que me incentivou e me ajudou a voltar ao BMX, e ao Nelson Damo, presidente da AVB (Associação Videirence de Bicicross) a qual faço parte com muito orgulho”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caçador vence Florianópolis e está na final da Copa FJU SC
Caçadorense comemora título no BMX e conta trajetória no esporte
Com goleada, Kindermann é decacampeão do Catarinense de Futebol Feminino
Kindermann vence o Criciúma com goleada de 8 a 0
Fraiburgense é primeiro lugar na terceira etapa da Copa SC Racing
Melhor do mundo no Futebol 7 é a nova aposta do Kindermann
Kindermann enfrenta o Criciúma neste sábado em Caçador
Kindermann enfrenta Chapecó no returno do Catarinense
Com o título do primeiro turno, Kindermann está na final do Catarinense
Tricolor fecha a primeira fase com uma vitória contra o Jaraguá