Caçadorense empata fora de casa no Sub-20

Este resultado deixa o Tricolor do Contestado vivo na competição

Jogando em Brusque, contra a equipe mais antiga de Santa Catarina, o Carlos Renaux, os meninos da Caçadorense superaram as adversidades e conseguiram um bom resultado que deixa a equipe viva na competição em busca da vaga na semifinal.
No jogo, o Tricolor veio com uma proposta de jogo mais defensiva, e começou executando muito bem, tanto que conseguiu manter a segurança atrás e chegar com perigo. Mas em um descuido ainda na primeira etapa, acabou cometendo pênalti, que foi convertido pelo Carlos Renaux.
O jogo foi muito pegado, em especial na primeira etapa, e para infelicidade do Tricolor, o jogador Matheus Lino levou a pior numa dividida com o jogador adversário e teve que ser retirado de campo e levado ao hospital ainda no início do jogo. Já no fim da primeira etapa os donos da casa tiveram um jogador expulso.
No segundo tempo, logo aos 5 minutos, Baiano invadiu a área e foi derrubado. Marcado pênalti para a Caçadorense, ele mesmo cobrou muito bem e guardou, empatando a partida. Depois disso, o Tricolor até tentou, mas permaneceu no empate.
Com esse resultado, há grandes chances de se classificar. No próximo sábado, a Caçadorense enfrenta a equipe do Porto e precisa da vitória. O jogo será às 15h no Caldeirão da Baixada. Toda a população está convidada para apoiar o time.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

RIO DAS ANTAS: Esporte fecha primeiro semestre com resultados positivos
Caçadorenses marcaram presença em mais uma edição do Trancatarina
Caçadorense vence Porto com gol de pênalti marcado na prorrogação
Caçadorense empata fora de casa no Sub-20
Kindermann vence de 4 a 0 o Pinheirense e ganha vantagens no G4
Uma corrida em direção ao sucesso: Pedro Henrique fala sobre participação no Brasileiro de Kart representando Caçador
Kindermann enfrenta o Pinheirense no próximo sábado pelo Brasileirão
Há 20 anos, Brasil goleava o Chile
Atletas rioantenses conquistam vitórias em diversas modalidades