Polícia Civil realiza Operação Anjos da Lei e prende suspeito de crimes em Caçador

Na residência de um dos investigados, houve a apreensão de meio quilo de maconha, avaliada em R$ 2.500,00, mantida em depósito para o comércio ilegal

Na manhã desta quarta-feira (13), a Polícia Civil de Caçador, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC), com o auxílio de policiais civis da Delegacia da Comarca (Setor de Investigação e Captura), cumpriu cinco  mandados de busca e apreensão na cidade de Caçador, nos bairros Bello, Alto Bonito, Martello e Berger, em investigações relativas a tráfico de drogas e crimes de roubo ocorridos em empresas e comércios da cidade nos últimos meses.
Na residência de um dos investigados, houve a apreensão de meio quilo de maconha, avaliada em R$ 2.500,00, mantida em depósito para o comércio ilegal. O investigado M.C.R. (37 anos) foi preso pelos policiais civis pelo crime de tráfico de drogas, sendo conduzido à Delegacia de Polícia. Houve a lavratura de auto de prisão em flagrante de crime inafiançável pelo Delegado de Polícia, com o encaminhamento do indiciado ao Presídio Regional de Caçador, onde deve aguardar julgamento preso preventivamente. O investigado ainda foi interrogado a respeito do seu envolvimento em crimes de roubos a malotes de empresas e comércios desta cidade, nos quais figuraria, de acordo com as investigações, como mandante.
Relativo à investigação de tráfico de drogas, a ação foi parte da Operação Anjos da Lei, desencadeada de forma simultânea pelas Polícias Civis dos Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná.
Nos três Estados, a operação contou com o cumprimento de inúmeros mandados judiciais e abordagens policiais, resultando em diversas prisões e apreensões de drogas e armas, cujos dados estão sendo compilados pelas Chefias das Polícias Civis dos três Estados e será divulgada em coletiva de imprensa na manhã de quinta-feira. 
O objetivo principal era a repressão ao tráfico de drogas próximo a escolas, o qual alcança a população jovem, mais vulnerável. Na cidade de Caçador, foi apurado pelos investigadores que o indiciado M.C.R. venderia drogas também em seu estabelecimento comercial, situado a poucos metros de uma escola municipal.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Incêndio destrói casa na Vila Santa Terezinha
Polícia Civil prende suspeito de homicídio foragido do Paraná
Advogado acolhe foragido da justiça
Briga de adolescentes foi a causa da morte de menino no bairro Santa Catarina
Alto Bonito: Adolescentes de 16 anos são apreendidos como autores do Incêndio
Professores, ou heróis? O drama do Incêndio na Escola Alto Bonito
Operação PM4Mil aborda veículos, fiscaliza estabelecimentos e apreende armas e drogas
Primo é suspeito de tentativa de estupro contra menino de sete anos
Adolescente de 14 anos é encontrado morto no bairro Santa Catarina
Grave acidente termina em óbito no Bairro Gioppo em Caçador